Saturday, January 20, 2018

Mariah Carey: Chart History Billboard 200


     Todos sabemos que Mariah Carey é a rainha da Billboard, por conseguir feitos que nenhum ou poucos artistas da história da industria da música fonográfica conseguiu fazer na Billboard hot 100. Nós da equipe do Mariah News World, resolvemos trazer a história dos charts dos álbuns dela na Billboard 200.

     Estréias em #1


     Mariah teve 6 estréias  em #1 da BB200:

MARIAH CAREY

     Com apenas 20 anos de idade em 1990, Mariah lança com a Sony Music e seu empresário Tommy Motolla seu primeiro álbum de estréia na industria da música, nos trazendo  de cara 4 hits #1 no topo das paradas da Billboard Hot 100, sendo elas: "Vision Of  Love", "Love Takes Time", "Someday" e "I Don't Wanna Cry". Bill Lamb do About.com elogiou as escalas de cinco oitavas vocais de Carey, chamando-as de "um tratamento novo para a música pop." O álbum permaneceu por 113 semanas no Charts da Billboard 200.
MUSIC BOX

      Em 1993 Carey leva o público ao delírio ao lançar seu terceiro álbum de estúdio MUSIC BOX, trazendo mais 2 hits #1 no topo das paradas da Billboard Hot 100, sendo: "Dreamlover" e "Hero" e mais um Hit mundial que foi uma de suas maiores regravações de todos os anos "Without You", tornando a música um verdadeiro sucesso mundial com vocais incríveis e jamais vistos, estreando em #3 na BB Hot 100 e em #1 aqui no Brasil e em vários países. Esse foi o álbum mais comercial de Mariah Carey em toda sua trajetória na música. Ele vendeu mais de 33 milhões de cópias ao redor do mundo, realmente, todo mundo deveria escutar esse álbum. O Álbum permaneceu no Charts da BB 200 por 128 semanas.

DAYDREAM

     Lançado em 1995 com apenas 25 anos de idade, MiMi lança o seu álbum mais aclamado pela crítica de sua carreira e o segundo a ser com maior sucesso comercial, trazendo mais  3 hits #1 no topo das paradas da Billboard Hot 100, sendo: "Fantasy", "Always Be My Baby" e "One Sweet Day" a música de maior sucesso de Carey até hoje, permanecendo por 16 semanas consecutivas. Esse feito até hoje não foi quebrado,ela entrou no Guinness Book com esse recorde. E, além disso, esse álbum fez com que Mariah tivesse a honra de ser a primeira mulher a estrear duas vezes seguidos em #1 no Topo das paradas da Billboard Hot 100. Quebrou paradigmas de que as mulheres não tinham força para estrear diretamente no topo. O álbum permaneceu por 81 semanas no Charts da BB 200.


BUTTERFLY

      Lançado em 1997, esse é o segundo álbum mais aclamado pela crítica e o álbum mais pessoal e favorito da nossa querida diva Mariah Carey. BUTTERFLY nos trouxe muitas emoções, libertações e mais 2 Hits #1 no topo das paradas da Billboard Hot 100, sendo: "My All" e "Honey". Um álbum que quando você o ouve lhe transborda emoções e alegria. A revista Rolling Stone descreveu Butterfly como um "álbum transitório" para a cantora, enquanto o Allmusic afirma que "este é um dos melhores álbuns da cantora, mostrando que ela pode continuar a melhorar e refinar sua música como poucos artistas dos anos 1990." Foi selecionado como um dos "1001 álbuns que você deve Ouvir antes de Morrer". O álbum ficou 55 semanas no Charts da BB 200.

THE EMANCIPATION OF MIMI

      Lançado em 2005, conhecido como o verdadeiro retorno triunfal de Mariah Carey, trazendo o 16° e 17° Hit #1 no topo das paradas da Billboard Hot 100, sendo: "Don't Forget About Us" e "We Belong Together" sendo sua segunda música de maior sucesso com 14 semanas em #1, declarada a música da década e barrando seu próprio lançamento "Shake It Off " que ficando 7 semanas consecutivas em #2. O álbum finalizou o ano de 2005 como o mais vendido nos Estados Unidos, com mais de 6 milhões de cópias. Foi o primeiro álbum de uma artista feminina da década a fechar o ano como o mais vendido. Com o lançamento da versão ULTRA PLATINUM EDITION, parte dos fundos arrecadados foram doados às vítimas do furacão Katrina. O álbum permaneceu por  74 semanas no Charts da BB 200.

E=MC² 

      Lançado em 15 de abril 2008, E=MC² veio suceder e de certa forma dar continuidade ao Emancipation. O álbum carrega com ele o 18° Hit #1 da nossa querida diva, "Touch My Body". Nele contém uma das músicas mais injustiçadas de Carey que até hoje é tocada nas rádios, "Bye Bye", ficando na posição #19 no BB Hot 100 e em #11 no BB Digital Songs. A revista Billboard diz: "Ela proclamou a emancipação antes, mas Mariah Carey nunca soou tão livre como ela faz neste álbum.".  Fox News e RWD escreveram: "a famosa extensão vocal de cinco oitavas sofreu aos poucos ao passar dos anos, mas Mariah continua com grandes notas altas e baixas como ninguém faz.". Jody Rosen compartilha a opinião dizendo que Mariah "definitivamente se emancipou". O álbum ficou 27 semanas no Charts da BB 200.


     Fazendo a soma total de todas as semanas, MiMi morou por 876 semanas no Charts da Billboard 200, tendo em vista que dos seus 20 álbuns contando com as compilações, 17 entraram no Top 10.

Por: MARIAH NEWS WORLD
Fonte Principal: Billboard


Thursday, January 18, 2018

A Novela de The Sweet Sweet Fantasy Tour

      De acordo com o site TMZ, o processo da Mariah Carey contra as empresas de eventos sul-americanas, ainda estão em andamento, mas está dando uma dor de cabeça pra MiMi.

     O promotor da Fenix, diz que organizou para Mariah tocar em 2 shows em sua turnê SSFT, sendo um no Chuile e um na Argentina, mas a turnê foi cancelada em cima da hora, mas o por quê que provocou essa guerra, até agora ninguém sabe direito. A empresária anterior de Mariah, Stella Bulochnikov, alegou que não haviam pago pelos shows, danificando a tour no sul da América.

     Mas de acordo com os novos documentos obtidos pela TMZ, a Fenix pagou à Mariah Carey cerca de 75% do que era devido aos concertos- U$ 703,100. O promotor diz que as operações padrão foram baseadas em acordos anteriores com o acompanhamento de Mariah.

    Fenix diz que acredita que a verdadeira razão por Mariah ter cancelado a turnê é pelas baixas vendas nos 3 shows no Brasil. Além disso, Fenix diz que se sentiu difamado aos ler no Twitter da cantora com quase 17 milhões de seguidores na época, que seus fãs mereciam um tratamento melhor  do que desses promotores.

    A empresa está processando pelo menos U$3 milhões. O processo de Mariah Carey contra a Fenix ainda está pendente.

Fonte: TMZ