Friday, June 10, 2016

As 5 Vezes que Mariah Mudou o Cenário Musical


     De uma perspectiva comercial, a headliner principal do Essence Music Festival de 2016, Mariah Carey, tem feitos incríveis e incomparáveis. Mas além de todos dados estatísticos de vendas, aqui estão as 5 vezes que Mariah Carey mudou sempre o cenário musical como artista.

1. Ela popularizou a Melisma no mundo

     MiMi pode não ter inventado o Melisma, mas poderia muito bem ter feito isto. Ela nunca seguiu somente uma melodia – ou uma única sílaba – ela embelezou isto com sua agilidade vocal, incluindo os melismas e registro de apito. Ela influenciou todo uma geração de aspirantes de divas com seu estilo único de cantar. Desde Kelly Clarkson, Christina Aguilera e Ariana Grande, além dos inúmeros participantes no American Idol, todos eles tem copiando Mariah Carey. Até mesmo Beyoncé tem uma enorme dívida com Mariah Carey.


2. Ela escreve suas próprias canções

     Antes de Mariah Carey aparecer, quase nenhuma diva do pop escrevia suas próprias canções. Nem mesmo Whitney Houston, que está no mesmo nível vocal de Mariah, era compositora. Então, quando ela lançou o seu primeiro single, “Vision Of Love”, Mariah mudou o cenário musical. A música era de sua autoria, assim como seu primeiro álbum inteiro, todas as músicas eram escritas por Mariah, e assim ela abriu o caminho para Beyoncé e outras cantoras assumirem o controle artístico e ganhar autonomia de seu trabalho e lucrar com direitos autorais.


3. Ela abraçou o hip-hop e popularizou o gênero

    Carey pode não ter sido a primeira artista pop a explorar o hip-hop, mas foi ela quem popularizou o gênero. Ela realmente começou suas lendárias colaborações com rappers em 1995, quando ela fez um remix de “Fantasy” com O.D.B. No final dos anos 90, ela abraçou de vez o estilo, gravou com Puffy Daddy, Bone Thugs-n-Harmony, Missy Ellioot e Snnop Dogg. Ela também foi responsável por levar o Jay-Z para o mercado mainstream, a primeira vez que o rapper chegou ao topo da Billboard foi ao lado de Mariah com o single “Heartbreaker” de 1999.


4. Ela sempre foi uma grande apoiadora de remixes para boates

     Desde o início de sua carreira, Mariah Carey sempre deu uma atenção especial para o que tocava nas boates. Quando todo mundo ainda ignorava o gênero, no inicio dos anos 90, Mariah gravou remixes de suas músicas com muitos produtores da música dance como Clivilles & Cole, David Morales e Junior Vasquez – que remixaram e até mesmo produziram muito de suas músicas. Ela foi a primeira artista pop a fazer remixes no estilo house music, e os remixes de “Dreamlover”, “Fantasy” e “My All” tornaram-se lendários, especialmente porque a diva se dedicava em voltar para o estúdio e gravar novos vocais para eles.


5. Ela popularizou seus alter egos

     Se em 1999 ela trouxe ao mundo a Bianca em Heartbreaker, em 2005 ela fez um retorno triunfal no cenário musica com seu seu outro alter-ego, o MiMi. O álbum “The Emancipation Of MiMi” foi o mais vendido de 2005, e depois de “MiMi” todas as cantoras criaram alter-egos, a Beyoncé criou a Sasha Fierce, Mary J. Blige a Brook Lynn, Nicki Minaj a Roman Zolanski, Lady Gaga a Jo Calderone e Christina Aguilera a Miss Baby Jane. Você só sabe que é uma grande diva quando cria um alter-ego, pois só você não é suficiente para o mundo. E Mariah sabe o quão grandiosa ela é, por isto que criou isto e transformou em uma tendência.

Bianca:

MIMI:


Fonte: Essence
Por: MariahNow