Tuesday, May 10, 2016

Um Almoço Com Mariah

     Com Prince, Bowie, Whitney e Michael Jackson indo embora, a oferta natural na Terra de estrelas mega-famosos, mega-amados, divas do POP mega-insanas está completamente no fim. Porém, ainda temos somente 3 ainda vivos, Madonna, Elton John e Mariah Carey.

     A morte de vários grandes artistas em um curto espaço de tempo, me colocou deixou em estado constante sobre a ansiedade relacionada à morte de grande estrelas. Sempre que eu encontrar com uma pessoa famosa em um estado selvagem, eu me tornei completamente incapaz de achar isto legal. No meu telefone agora eu tenho imagens de Toni Collett comprando salada, John C. Reilly em uma montanha russa e Bobby Brown indo ao circo. Não é porque eu não esteja animado em ver esta pessoas, é porque estou muito preocupado em ver estas pessoas vivas pela última vez e eu não documentar isto, falo isso para você leitor.

     Então, eu acho que agora, eu devo documentar algo que ainda está fresco em minha memória e ainda dá tempo de eu falar sobre. No verão passado, eu participei de um evento com a presença de Mariah Carey. Mas isto não quer dizer que Mariah Carey vai morrer em breve, até porque 2016 tem sido uma merda até o momento.

     Por razões, que até hoje não são muito claras para mim, eu fui convidado para participar de um almoço em homenagem para Mariah Carey, que recebeu uma estrela na Calçada da Fama. Este evento só aconteceu em 2015, oito anos depois dela ter oficialmente recebido a estrela, porém só em 2015 ela encontrou uma data em sua agenda para realizar a cerimônia. De acordo com uma pessoa que estava organizando o evento, eu era a única pessoa da imprensa que foi convidado, o que até hoje não entendi o motivo.

     O almoço (eu não estou certo se era um almoço de verdade, mas é como a pessoa responsável pelo evento decidiu nomear o evento no e-mail que recebi), foi realizado em um luxuoso restaurante em Hollywood com pessoas muito elegantes, que me fizeram me sentir muito mal vestido, sujo e tão insignificante.

     Eu tinha chegado lá um pouco antes de Mariah Carey chegar, e então eu me sentei para ouvir o DJ tocar. Ele estava tocando algumas músicas de Mariah enquanto ela não chegava, pois ela sempre se atrasa. Então, todos os convidados estavam pacientemente esperando ela chegar.

     É claro, eu sabia que a Mariah chegaria tarde. Ela nunca chega na hora certa. Mariah, presumo eu, sempre está atrasada para tudo, então, no final das contas, eu poderia também estar atrasado para certas coisas. “Atrasado” de certa forma seria chamado “cancelado” se caso eu fosse tentar agir assim. Isto porque Mariah Carey não é um ser humano comum. Ela é algo que está além do humano comum. O comportamento de pessoas de seu nível são algo que considero superior ao do ser humano comum.


     Esta mulher nomeou alguns de seus álbuns de Me. I Am Mariah… The Elusive Chanteuse e The Emancipation Of Mimi, ela faz exercícios aeróbicos usando salto alto; responde uma pergunta sobre Jennifer Lopez dizendo que nunca ouviu falar dela; teve um ataque de pânico na TV por estava de seu “lado ruim” para câmera; e supostamente teria pedido 80 seguranças e 20 gatinhos brancos para uma apresentação que faria em um evento de natal.

     Estas coisas nenhum outro ser humano normal faria, somente se eles tivessem tirando sarro das famosas exigências de Mariah Carey. Ela é uma criança rica e exigente, que faz com que as pessoas cumpram suas regras. E como eu esperava ela chegar, estava muito animado de ver aquilo tudo em primeira mão.

     No momento que finalmente Mariah Carey apareceu, com duas horas de atraso. Eu estava voltando do banheiro quando ela fez a sua grande entrada, e então eu usei a porta principal do restaurante no mesmo tempo que ela.

     Por alguns segundos, eu fui capaz de ver como é entrar em um local como Mariah Carey. É algo… surreal. As câmeras brilharam com milhares de flashs, a palavra ‘Mariah!!!!’ veio de todas as direções, as pessoas aplaudiam, um buquê de rosas rapidamente se materializou em seus braços, as pessoas pegaram os celulares para tentar fazer uma selfie com ela, alguém empurrou um microfone em seu rosto, outro abriu uma champanhe em direção à ela. Tudo isto me deixou muito ansioso, apesar de nada ser destinado para mim.

     Na hora que o frisson diminuiu, Mariah então se sentou em uma mesa no centro do restaurante. Vê-la em carne e osso sentada do meu lado foi realmente estranho. Ela é uma pessoa que tem a sua imagem guardada em nossas mentes por décadas, é como ver Lisa Simpson andando na rua usando um Nike. É algo que o meu cérebro não conseguiu processar rapidamente.

      Pouco depois de me sentar, Mariah levantou-se e foi até a cabine do DJ. Eu achei que ela fosse pedir para ele tocar uma música que não fosse dela. Eu estava julgando Mariah pelos meus próprios padrões mortais. Eu sou uma pessoa que morre de vergonha quando ouço uma gravação minha em alguma entrevista. Porém, Mariah é uma pessoa que ouviu uma música dela mesma na sala de parto de seus filhos.

     Enquanto ela caminhava de volta para sua mesa, o DJ começou a tocar uma música dela chamada “Why You Mad?”. Provavelmente solicitada pela própria Mariah. Em um ponto da música, Mariah começou a gritar: “O que aconteceu? Mais alto, por favor!”. E quando a música terminou, Mariah gritou: “Mais uma vez?“. Apesar da sentença ter acabado com um ponto de interrogação, não havia dúvida de que isto era uma demanda. O DJ parece não ter entendido de imediato, e não tocou novamente a canção.

     E então, Mariah começou a gritar: “Mais uma vez, mais uma vez!”, e então, poucos minutos depois, “Why You Mad?” passou a ser tocada novamente. Enquanto a música tocava, um casal da equipe de Mariah gritou: “EU AMO ESTA CANÇÃO!”, e então Mariah se levantou e começou a dançar, e então ela sentiu a aprovação do público.

     Cerca de dez minutos depois, o DJ começou a tocar “Fantasy”, e Mariah mais uma vez se levantou e foi até a cabine do DJ, e novamente começou a tocar “Why You Mad?”. Nesta hora, algumas pessoas já tinham ido embora do evento. E eu acho que é porque Mariah tinha atrasado demais e as pessoas precisavam saber se seus filhos ou plantas ainda estavam vivas. No fim do evento, estava eu, Mariah e sua equipe e o DJ (que ainda estava tocando somente as músicas da Mariah).

     Eu mantive meus olhos em Mariah, eu estava esperando ansiosamente para fazer alguma coisa estranha, mas isto não nunca aconteceu. Ela tomou um gole de bebida, comeu um pouco de frango, falou com seus filhos e seus amigos. Nunca pensei que um dia eu fosse participar de um almoço em homenagem para Mariah Carey, nunca pensei que fosse assistir a Mariah comer em público, foi algo chocante para mim.

     Sem ter ninguém para conversar, eu não tinha nada o que fazer, somente olhar para Mariah Carey. Uma vez que todas as outras mesas do restaurante estavam vazias, eu tentei olhar em diferentes ângulos. Ela continuou a se comportar como uma pessoa normal. A única coisa estranha que vi foi ela pedir várias vezes para o DJ tocar a mesma música dela.

      Tenho certeza que, para Mariah Carey, eu nem existo. Um cara olhando para ela em mesa aleatória não é algo novo para ela. Como um animal em um zoológico, ela tem pessoas olhando para ela em diferentes ângulos. Eu, no entanto, me senti assustado. Ela estava tentando comer algo, e eu continuava a olhar par ela, esperando para viver até as minhas expectativas. Depois de uma hora, eu decidi deixar Mariah descansar com sua equipe em paz.

     Quando eu sai do local, eu passei por uma multidão histérica e fãs de Mariah. Eles estavam usando camisas com fotos delas, segurando cartazes com fotos dela, esticando o pescoço para ter uma visão dela dentro do restaurante.

     Enquanto eu estava escrevendo isto tudo, eu descobri que nunca mais ouvi “Why You Mad?” de Mariah tocar em lugar algum. Eu acho que é por isto que ela gostaria de ouvir aquela faixa tantas vezes naquele dia.

Fonte: Vice