Thursday, March 24, 2016

Mariah Surpreende em Concerto Na 02 Arena


     Foi um longo período, 13 anos desde que Mariah Carey fez turnê no Reino Unido. Com sua turnê de 2003, a Charmbracelet, naquela época a sua popularidade no Reino Unido tinha diminuido. Eu a vi na Manchester Arena e colocaram cortinas na metade da arena devida as  fracas vendas de ingressos. Desde então, vimos Mariah fazer o maior retorno da música em 2005 com seu álbum The Emancipation Of Mimi, onde ela marcou mais dois singles em 1° lugar, We Belong Together e Don’t Forget About Us. No entanto, seu último single em lugar foi Touch My Body, de 2008, fazendo uma impressionante escala de 18 canções em 1° lugar.

     Desde então, Mariah lançou mais três álbuns e retornou em 2015 para Sony Music e lançou mais uma coletânea de sucessos, batizada de #1 To Infinity. A estrela também fechou um acordo milionário com Caesars Palace, onde vem realizando com sucesso uma residência de shows nos 12 últimos meses.


     Após o Reino Unido ter ficado injustamente ausente em suas últimas turnês, com a bem sucedida The Adventures Of Mimi Tour, Mariah finalmente anunciou seu retorno por aqui no fim do ano passado com a Sweet Sweet Fantasy Tour.

     Antes da chegada de Mariah Carey no Reino Unido, os críticos já estavam perguntando se a sua voz estava impecável como costumava ser. É justo dizer que a incrível cantora teve algumas apresentações ruins nos últimos anos, e ela passou por anos ruins, já que está há décadas cantando. Foi na noite passada que evidentemente vimos que Mariah está em sua melhor forma vocal em anos. Chegando no palco em torno das 21:15, Mariah foi carregada pelos seus bailarinos e fez um mash-up com as versões Def Club Mix e Bad Boy Mix de seu icônico hit Fantasy. Imediadamente todas as dúvidas de que Mariah poderia atingir aquelas famosas notas de apito foram silenciadas, ela pode ainda cantar as mesmas notas de anos atrás.

     O setlist da noite não foi uma repetição de Las Vegas, optando por misturas com clássicos menos famosos de seu catálogo. Porém, todas as músicas que os fãs queriam ouvir estavam presentes, desde Emotions de 1991 e até mesmo o seu mais recente hit, Obsessed de 2009 estava no conjunto. Houveram algumas surpresas na noite com Mariah Carey cantando o seu lead single do Glitter de 2001, Loverboy, que nunca foi performado anteriormente, e também uma apresentação no telão de Michael Jackson em I’ll Be There e Whitney Houston em When You Believe.

        No intervalo das músicas, Mariah estava muito falante, algo que não a via fazer há muito tempo. Ela também não ficou fazendo a imagem muito de diva no palco, embora ela tenha feito referência a sua fama de diva díficil. Grande parte do tempo, ela ficava expressando a alegria de estar cantando novamente no Reino Unido, e ela agradeceu emocionada os seus fãs (mais conhecidos como Lambs) pelo amor e apoio incondicional. Mariah também cantou um pedacinho de uma música de seu álbum Butterfly, 4th Of July, depois de ver um fã pedindo na plateia. Ela também tentou fazer sotaque inglês ao falar, e tenho que dizer que realmente não era tão ruim assim, ela manda bem!


     Os destaques do concerto foram a interpretação emocionante de One Sweet Day, que ela cantou com Trey Lorenz e Daniel Moore, uma versão surpreendentemente emocional de Always Be My Baby e a sua canção de assinatura, Hero, que ela admitiu que não se sentia tão apegada a música quando escreveu. E We Belong Together foi recebida com fortes aplausos da plateia, que cantou com ela cada palavra da canção.

     O concerto chegou ao fim com uma impressionante apresentação de Without You. Mariah estava em sua melhor forma vocal em anos, e executava a canção com uma clareza incrível. Foi definitivamente o momento que todo mundo ficou arrepiado e deu “aquele toque de nostalgia”, frase clássica de Mariah.

     Mariah superou as minhas expectativas na noite passada, entregando um concerto com performances vocais fantásticas. Os críticos estão sempre tentando puxar ela pra baixo, porém ela provou mais uma vez que ela tem tudo para impressionar em cima do palco durante anos. Foi uma alegria ver tantas músicas clásscias e a reação do público foi incrível, talvez uma das mais elétricas que eu já vi na história da O2 Arena, eles sabiam cantar cada palavra de todas as músicas (e eu também). Eu só espero que a Mariah, não demore mais 13 anos para retornar para o Reino Unido!

Pontos altos:

– A voz de Mariah estava no ponto;
– A setlist foi embalada com grandes sucessos;
– A interação do público foi fantástica;

Ponto negativo:

– A falta de telões para quem estava no fundo da arena.

Nota: 5/5

Set List:


1. Fantasy

2. Emotions

3. My All

4. Always Be My Baby

5. I’ll Be There

6. Rock With You (Trey Lorenz solo)

7. Touch My Body

8. I Know What You Want

9. Obsessed

10. It’s Like That

11. Shake It Off

12. Loverboy

13. Heartbreaker

14. Against All Odds (Take a Look at Me Now)

15. One Sweet Day

16. When You Believe

17. Hero

18. We Belong Together

19. Without You

Fonte: Entertainment Focus

No comments:

Post a Comment